Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Chá com as amigas

notas soltas ao virar da esquina

Chá com as amigas

notas soltas ao virar da esquina

Ter | 07.03.17

O que se quer numa casa

 

Nesta busca quase constante de casa, vamos na quinta casa desde Abril de 2013, sendo que estamos nesta há 1 ano, já vi casas de todos os feitios, tamanhos e valores de renda. 

 

Estamos nesta casa, ainda, porque é importante para nós encontrar uma casa que não seja mais uma curta etapa, que nos permita assentar e construir um lar que, não sendo para sempre, nos ofereça garantias de estabilidade por alguns anos, pelo menos até o T. ir para a faculdade. Isto implica viver numa casa onde possamos ter a nossa mobília, quartos individuais para cada um de nós, espaço exterior para os gatos e o cão. Um interior que se possa harmonizar, um sítio para o qual apeteça mesmo voltar. 

 

Ao longo das últimas semanas visitei vários blogs de decoração, pessoais, de minimalismo, de artesanato, enfim, um rol de pesquisas para me ajudar a tomar uma única decisão: ficar na vila, no centro da vila, aquilo que tanto tenho procurado ou mudar para a sede de concelho, a cerca de 30kms. Não tenho jeito para listas de prós e contras, embora compreenda a sua utilidade, mas consigo, cada vez melhor, identificar o que sinto e avaliar em mim o peso daquilo que me dizem. Quero com isto dizer que, a casa do centro da vila, apesar das casas-de-banho renovadas, dos 2 pátios, e da mobilia Ikea, não me transmitiu a sensação de casa, de lar. Além disso, não posso trazer a minha mobília, não posso vedar o pátio de trás para evitar que os gatos vão visitar os vizinhos e, o sol bate o dia inteiro no pátio da frente, que pelo facto de ficar rente à estrada princípal é pouco atrativo para nós, não oferece privacidade, há sempre barulho de carros a passar e é até perigoso para o cão, que consegue pular pelos portões, logo, completamente inadequado para gatos. 

 

A casa da sede de concelho é um res-do-chão de moradia, tem roupeiros, é fria, como todas as casas daquele lado da encosta, e, além da cozinha equipada está completamente vazia. Já perguntei se podia pintar e não há problema. O pátio é pequeno, tem apenas 1.5m de largura, mas longa toda a parte traseira da casa. Posso colocar uma rede que impeça os gatos de sair mas, na verdade, nem é preciso; o muro de sustentação é tão alto que eles dificilmente conseguirão sair. Apesar de ser uma casa mais baixa, a da vila era de 1º andar, tem mais luz que a outra. 

 

e então, o que é que realmente é o mais importante numa casa? 

 

- A localização

Cidade ou Provícia.

Dentro ou fora da localidade, num ambiente mais ou menos urbano. 

Mais ou menos perto do local de trabalho, escolas e equipamentos de lazer, supermercados. 

- O valor da renda

Uma renda mais baixa permite disponibilizar mais dinheiro para: poupar, passear, aprender, etc...

 - Tipologia da casa

Moradia ou apartamento, com jardim ou sem jardim/páteo. 

Numero de divisões e dimensões adequadas às necessidades da família. 

- Decoração

Da cor das paredes à mesa de canto, passando pelo chão e pelo sofá, tudo se conjuga para que uma casa se transforme num lar. A possibilidade de nos rodearmos de peças de que gostamos assume uma importância variável para cada um de nós; para mim é vital viver num ambiente harmonioso. Não necessariamente homogéneo mas que se reja pelas seguintes palavras: clean, cozy e elegante. 

- Cozinha

Coração da maioria dos lares, assume um papel de relevo na vida das famílias: aqui se começa e se acaba o dia, é muitas vezes à mesa da cozinha que as crianças fazem os deveres enquanto se prepara o jantar. Aqui se aglutinam os convidados aquando de alguma celebração e aqui nascem inúmeras memórias, ao longo da vida. 

É importante que seja prática e luminosa, seja qual for o seu tamanho, que os equipamentos estejam em bom estado e sejam adequados. Para mim, um forno a gás não serve, a maioria das refeições sendo preparadas no forno. 

- Exterior

Para nós é importante haver liberdade (relativa) para os gatos. 

- Proximidade dos Amigos

Estes, que ganhámos nos últimos 3 anos, ficam a 30kms de distância. Os outros a mais 30 ou a menos 30. Na realidade, os amigos estão à distância a que nos colocamos deles, estejam onde estiverem, geograficamente. 

 

O truque será descobrir o 1% que fará pender a balança...

 

nomad.jpg

“I used to dream about escaping my ordinary
life, but my life was never ordinary. I had simply
failed to notice how extraordinary it was. Likewise,
I never imagined that home might be something I would miss.”
Ransom Riggs, Miss Peregrine’s Home for Peculiar Children
 

3 comentários

Comentar post